Simulação estratégica: como a previsão de erros pode garantir a eficiência da sua empresa?

0

Já parou para pensar quanto é gasto por uma indústria para fazer uma peça que, ao final de um processo, você descobre que estava errada desde o começo? Por isso falamos que simulação e previsão poderiam ser consideradas sinônimos no ambiente industrial: a simulação prevê erros que possam acontecer e evita uma série de problemas que geram, entre outros fatores, custos para a empresa.

Mas vamos começar do começo: o que, afinal, a simulação pode fazer? E por que a previsão de erros é tão importante para a sua empresa?

Para que serve a simulação?

A simulação pode servir para resolver e investigar uma série de problemas da empresa, como, por exemplo: verificar possíveis falhas nos equipamentos; identificar a causa de quebra ou falha de um componente; reduzir custos com matéria-prima e eliminar defeitos em produtos. Lembrando que: sempre é melhor evitar que o problema aconteça do que analisar o porquê de ele ter acontecido!

Simulação? Não é para a minha empresa!

Muitos donos de empresas tendem a pensar que a simulação não é a resposta para o seu problema. Isso é bastante comum, principalmente se pensarmos em toda a estrutura que um serviço de simulação pode exigir, como equipamentos (hardware e software) e pessoas qualificadas para executar a solução, por exemplo. Isso, é claro, sempre significa custos para a empresa.

Mas queremos pensar na simulação como uma solucionadora de problemas: uma forma rápida e prática de evitar uma série de dores de cabeça que sabemos que podem ocorrer dentro do ciclo de desenvolvimento de produtos. Confira abaixo alguns dos principais:

Previsão dos recursos necessários

Com a simulação do processo produtivo da empresa, você consegue enxergar quais são os seus reais e possíveis gastos. Assim, é possível planejar um orçamento com antecedência daquilo que você realmente precisa.

Planejamento

Planejar as atividades do dia a dia da sua empresa significa: verificar quais são as verdadeiras possibilidades relacionando tempo, componentes e mão de obra. Com a simulação, é possível verificar isto de forma realista.

Evitar o retrabalho

Já ouviu falar em processo de prototipagem? Ele significa que, para saber se um produto realmente funciona, ele precisa ser fabricado, passando por todos os processos que um produto final passaria. Com a simulação, este processo é encurtado – não é necessário PRODUZIR um produto para saber se ele vai ou não funcionar!

Virtualização

Às vezes, a empresa está tão acostumada a realizar determinados processos de validação de forma manual que não imagina que eles possam ser feitos de forma computacional. A simulação também ilustra pontos a melhorar em seu projeto, sendo que a virtualização indica estes caminhos.

Como simular?

Em muitas empresas é comum buscar um serviço de simulação de forma terceirizada por questões como tempo, falta de recursos, falta de licenças de software que façam a simulação e ausência de mão de obra qualificada. Desta forma, a prestadora de serviços fornece toda a estrutura necessária para a realização do trabalho, com pessoas, hardware e licenças do software.

Um serviço de simulação não é uma via de mão única: existe muita troca entre a equipe de Engenharia da empresa que busca este tipo de solução e a empresa que vai prestar o serviço. Afinal, só o cliente sabe onde estão e quais são as suas reais necessidades e seus principais objetivos com a simulação. Veja como esse processo funciona clicando aqui. Quer saber mais sobre um processo de simulação? A SKA, empresa especialista em simulação estratégica, preparou um material gratuito para te ajudar a entender mais este processo. Acesse pelo link abaixo e confira!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui