iGUi Progeu

A iGUi Progeu eliminou problemas de empenamento com o SOLIDWORKS Plastics

Localização: Taquara/RS

Ramo de atividade: Indústria e comercio de acessórios para piscinas

Nome do responsável: Adriel Luiz Telles

Contato: 51 3542-0600

Base atual: SolidWorks Plastics

 

A iGUi é a maior rede de franquias de piscinas em fibra de vidro, precursora desse mercado no mundo e está presente em mais de 40 países. A rede iniciou suas atividades na cidade de Gravataí, no interior do Rio Grande do Sul, em 1995 e, em 2000, estabeleceu sua nova sede e polo industrial no interior de São Paulo. Possui uma equipe de engenharia altamente capacitada, trabalhando de maneira multidisciplinar, não atendendo somente ao desenvolvimento dos projetos, mas também executa estratégias de prototipagem, formulação de testes de funcionamento, validação das ideias e planejamento de como isso tudo será produzido.

 

Desafios:

  • Ter mais precisão nos resultados das peças desenvolvidas;
  • Diminuir variáveis como empenamento e preenchimento da peça, que leva à produção de produtos defeituosos sem ao menos saber qual era a origem do erro;
  • Diminuir a quantidade de retrabalhos;
  • Busca por conceitos científicos para o desenvolvimento dos moldes;

 

Solução e melhoria de processos:

Diante de algumas dificuldades, tais como incertezas nos resultados das peças desenvolvidas, variáveis como empenamento e preenchimento da peça, que pode levar à produção de produtos defeituosos sem ao menos saber qual era a origem do erro, foi necessário a implantação do software SOLIDWORKS Plastics. A ferramenta é capaz de obter dados precisos e estudos avançados do padrão de escoamento do material dentro do molde, o que evita erros e retrabalhos, garantindo a máxima qualidade dos produtos injetados.

 

Resultados:

  • Crenças e princípios que muitas vezes eram falsos, agora são sustentados em argumentações científicas;
  • Retirar os moldes de peças totalmente prontas, sem empenamento ou problemas de preenchimento, zerando os retrabalhos do molde de injeção;
  • Aspecto visual das peças melhoraram e as simulações trouxeram a possibilidade de economia na construção dos moldes;

 

 “O exemplo mais recente é uma tampa retangular reforçada, injetada em polipropileno, na qual investimos nove dias de simulação e mais de 15 modelos simulados até encontrar a geometria correta. Com esse trabalho, conseguimos tirar uma peça extremamente plana já na primeira injeção”, cita Adriel Luiz.

<< Mais clientes