Simulação de máquina virtual na programação CAM – MTD

 

Por Rudi Marciel Mendes
Técnico Sênior de Aplicações CAM​ na SKA

 

 

A simulação da programação CAM com a máquina virtual MTD (machine tool data) é um recurso que determina a segurança da usinagem em máquina, prevê possiveis colisões que podem ocorrer durante um processo de usinagem, assegura limites de curso, controle de giro e posicionamento dos eixos, garantindo que o processo de usinagem ocorra de maneira segura. Isso mantém a qualidade da usinagem e garante a integridade do equipamento.

Os fabricantes de máquina CNC e centros de usinagem vem disponibilizando recursos para uma usinagem produtiva, com qualidade e segurança que, dentro do processo de programação da usinagem, tornou-se algo indispensável. A escolha do percurso correto, de um sistema de fixação da peça, do suporte e da ferramenta, juntamente com a simulação de máquina virtual é o que leva ao resultado de uma usinagem segura.

Uma simulação de máquina virtual com um resultado seguro, está diretamente associado aos recursos que o seu software CAM oferece. A simulação de máquina virtual tem a função de prever, na programação CAM da usinagem, colisão da ferramenta com a peça, colisão da ferramenta com o sistema de fixação, colisão da máquina de usinagem com a peça e colisão da máquina de usinagem com o sistema de fixação, assim como assegurar que as dimensões e limites de curso dos eixos da máquina de usinagem (X, Y, Z, A, B e C) são suficientes para realizar o processo definido pelo programador.

A simulação de máquina virtual também auxilia na definição do suporte de fixação da ferramenta, no comprimento efetivo necessário da ferramenta, e na definição da proximidade da máquina de usinagem com a peça e sistema de fixação. A simulação de máquina, é um recurso de extrema importância no processo de programação CAM, e deve estar disponível ao programador, para que possa realizar a simulação de máquina anteriormente ao pós-processamento do arquivo NC que, depois da simulação, será enviado ao comando CNC para realização da usinagem.

Em máquinas de usinagem com eixos rotativos, como 4 e 5 eixos, torna-se indispensável a simulação da programação com a máquina virtual, pois temos a segurança que o software CAM não gere o arquivo NC sem que a simulação esteja segura, dentro dos parâmetros determinados pelo arquivo de máquina virtual no pós-processador.

Colisão sistema de fixação

No processo de furação passante, a ferramenta iria furar a placa magnética. A simulação de máquina identifica a colisão da ferramenta com o sistema de fixação em movimento de corte.
Ferramenta e sistema de fixação destacados em vermelho representando colisão.

 

Fim de Curso

Condição de fim de curso no eixo Z para a usinagem da peça identificado pela simulação de máquina, o que possibilita o programador prever um suporte com maior alcance, ou aumento do compimento efetivo da ferramenta.

Eixo Z da mandrilhadora destacado na cor laranja representando fim de curso.

 

Colisão de Máquina

Colisão identificada pela simulação de máquina, do spindle da máquina com a peça, o eixo Z da máquina 5 eixos e a peça ficam destacados em vermelho representando a colisão durante o processo de usinagem. O software não libera a geração do arquivo NC para usinagem em máquina, garantindo a segurança do processo da usinagem.

 

 

*As soluções SKA que podem fazer a simulação da programação CAM são NCSIMUL, EDGECAM e WORKNC.

A SKA auxilia empresas a embarcarem no conceito da indústria 4.0, tornando seus processos mais otimizados, através de soluções líderes de mercado. Quer trazer esta inovação para sua empresa também? Fale conosco através do ska@ska.com.br, ou preencha o formulário abaixo: 

 

 

 

 


Notícias relacionadas

A SKA promove, em parceria com a Unisinos, um Hackathon voltado às soluções para Indústria 4.0. O Hackathon SKA - Indústria 4.0 na Prática, tem como...
O Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos, em parceria com a SKA e mais empresas, promovem de 03 a 05 de maio o Hackathon IEEE. O...