Ensino de engenharias e novas demandas de 2020

 

Por Guilherme Kastner,
Engenheiro de Aplicações na SKA

 

O ano de 2020, mesmo com a reabertura parcial de algumas atividades, ainda demanda inovações e soluções para superarmos o distanciamento social. Eu sigo conversando com professores universitários e algumas coisas que escuto são:

  • Os laboratórios seguem fechados;
  • As atividades práticas precisam ser realizadas com os alunos em casa;
  • Precisamos estimular a colaboração entre os estudantes;
  • Nem todo mundo possui um hardware bom para utilizar os softwares de engenharia.
  • Vou discutir um pouco sobre os tópicos em vários pontos.

Sobre os laboratórios
Sim, mesmo com as aulas executadas remotamente via SKYPE, MS Teams ou semelhantes, existem atividades que normalmente exigiriam laboratórios. Existem universidades que adotaram como uma normalidade o ensino EAD e buscaram tecnologias para virtualizar alguns de seus experimentos.

A própria Uninter, em parceria com a editora Pearson, disponibilizou para os seus cursos de engenharia laboratórios de química e física. Abaixo uma das soluções em execução.

 

 

 

Colaboração
Não se trata apenas de criar arquivos e postar em um portal. Eu lembro em uma conversa com um antigo gestor que eu tive e nas palavras dele, traduzindo para os dias atuais...

O ensino superior não consiste apenas em ler um material e fazer uma prova. Um dos pontos mais importantes se trata do relacionamento acadêmico, troca de experiências com outros universitários, muitas vezes até de outros cursos e áreas de estudos. Portanto, transmitir a aula, passar a apostila e fazer uma avaliação não é o resumo do ensino superior. É muito importante que o acadêmico se relacione com o docente. Para tal, se torna necessária uma ferramenta que mantenha a relação constante entre todos os envolvidos. Se formos pensar apenas em trocas de documentos, o Office 365 e as soluções Microsoft são ótimas, mas não é só disso que vivemos.

Há uns meses, tive uma reunião com um professor e uma equipe de BAJA. Eles precisavam atuar como um time:

  • Criando modelos;
  • Gerenciando documentos;
  • Simulando processos de construção do BAJA;
  • Gerando simulações físicas;
  • Coordenando atividades da equipe.

O vídeo abaixo, feito para o mundo acadêmico, mostra um pouco das bases da 3DEXPERIENCE.

 

 

 

No cenário deles:

  • O professor atuaria como um gestor de projetos;
  • Alguns construiriam o modelo 3D;
  • Outros visualizariam.

Mas quando alguém gerasse o projeto, todos visualizariam as alterações em tempo real, sem a necessidade dos pen drives cheios de vírus da universidades ou os anexos de e-mails.

Hardware
O que vem agora é a dificuldade de muitos estudantes. O ensino superior, mesmo para um bolsista, não é algo acessível. Os livros, muitas vezes, demandam um grande investimento, assim como os materiais de apoio, calculadoras e computadores.

Para muitos, o computador é o suficiente para um editor de texto, apresentações ou planilhas. Porém, repentinamente todos fomos incumbidos de instalar as ferramentas que usávamos nos PCs universitários. Não foram poucos os casos em que nos procuraram para obter uma solução para contornar essa situação.

A Dassault Systemes, através da plataforma 3DEXPERIENCE, fornece algumas ferramentas para desenvolvimento de alguns produtos online. A primeira solução se trata do convencional desenvolvimento de peças e montagens, através do xDesign.

 

 

Para o desenvolvimento de formas orgânicas, contamos com o xShape e seus recursos de superfícies baseados em uma árvore.

 

 

 

Ambas ferramentas não demandam instalações, podendo serem executadas em qualquer sistema operacional

  • Windows;
  • MacOS;
  • Linux;
  • Android.

O requisito está mais no tipo de navegador, precisando ter suporte a HTML 5 apenas.

Se o problema estava em exigir um desenvolvimento de produto a distância e colaborativo, diversas soluções podem ser obtidas através deles.

Conclusão
Sim, muitas das ferramentas descritas aqui já existiam, apenas tivemos que procurar como manter o ensino de engenharia de forma segura. Creio que existem mais necessidades, porém vou pensar em mais possibilidades para os próximos meses.

A SKA auxilia empresas a embarcarem no conceito da indústria 4.0, tornando seus processos mais otimizados, através de soluções líderes de mercado. Quer trazer esta inovação para sua empresa também? Fale conosco através do ska@ska.com.br, ou preencha o formulário abaixo:

 

 

 


Notícias relacionadas

Por Enderson Moura Técnico master em SOLIDWORKS na SKA Assunto intrigante e muitas vezes desconexo. Você sabe qual é a diferença entre injeção de...
Por Alexandre Mayer, Comercial VS na SKA Coincidentemente, antes de enviar este artigo para publicação acabo de ler que o primeiro carro totalmente...
Por Alexandre Mayer, Comercial VS na SKA Quando analisamos a aplicação da Manufatura Digital no contexto de uma corporação, é imprescindível comparar...