Entendendo o design de peças plásticas

Peças plásticas são comuns em produtos de consumo e existem boas razões para isso, como: as opções de cores altamente duráveis e infinitas e, claro, o fato de serem uma opção barata quando fabricadas em grande quantidade e volume.

Para projetar e modelar peças plásticas, é preciso entender que existem fatores críticos de projeto para esse tipo de peça e material.

A necessidade de ter paredes desenhadas em peças plásticas moldadas por injeção é simplesmente um recurso de projeto inevitável. Ter os ângulos de inclinação corretos assegura que a peça deslize facilmente do molde quando ejetada e evita qualquer dano à peça e ao molde plástico. Com o SOLIDWORKS, você pode identificar facilmente faces em seu modelo 3D que exigem ângulos de inclinação usando a ferramenta de análise de inclinação.

Para usar tal ferramenta, basta selecionar uma face paralela à direção de extração (direção para fora da peça do molde) e especificar o ângulo de inclinação mínima permitida. O modelo 3D será então colorido para mostrar faces positivas, negativas ou sem inclinação.

Além de garantir que a peça seja ejetada sem problemas, os códigos de cores ajudarão a determinar onde a linha de partição pode ser localizada.

Os rebaixos em peças plásticas podem fazer com que elas fiquem presas nos moldes depois de prontas. Isso normalmente resulta em muito tempo de reformulação e retrabalho de moldes, o que pode consumir muito tempo, além de ser caro. Os rebaixos devem ser evitados a todos custo. Semelhante à ferramenta de análise de inclinação, a análise de rebaixo está localizada na guia avaliar.

A ferramenta de análise de rebaixo permite que o usuário especifique a direção de tração (como na ferramenta de análise de inclinação) ou linha de partição para identificar os recursos que podem gerar a condição de rebaixo.

As ferramentas de modelagem do SOLIDWORKS, como casca, nervuras e envolver, ajudam o projetista a modelar peças plásticas de maneira rápida e fácil. No entanto, a velha questão é: a peça de plástico irá preencher completamente o molde? Como está a espessura da parede? Escolhi a melhor localização para a injeção? Será que um material com esta viscosidade me atende? A pressão de injeção está adequada? Todos estes parâmetros podem influenciar no fato da peça ser injetada por completo. O SOLIDWORKS Plastics utiliza ferramentas intuitivas e fáceis de usar para determinar rapidamente como o molde será preenchido.

Além de visualizar o fluxo, o SOLIDWORKS Plastics ajudará um projetista a determinar se algum recurso está causando uma dificuldade no preenchimento ou se picos de pressão de injeção causariam problemas de resfriamento da frente de fluxo. A capacidade de identificar precocemente esses problemas ajudarão no processo de redesenho da peça sem precisar especular se o processo será efetivo.

Para levar isso mais adiante, o SOLIDWORKS Plastics também identifica linhas de solda dentro do modelo no final do estágio de enchimento. Por exemplo, com este estojo de bateria, as linhas de solda em áreas críticas podem fazer com que a peça se parta durante a operação ou diante de um forte impacto.

Usando as ferramentas integradas do SOLIDWORKS, há pouco ou nenhum motivo para que um projetista de peças plásticas menos experiente não seja capaz de projetar uma peça de plástico complexa e funcional.