Empresa de soluções digitais reduz de 14 para 1 dia tempo de confecção de ferramentas para produção

A japonesa Ricoh, líder global em soluções digitais e especializada nos mercados de impressão de escritório e produção, acaba de modernizar sua fábrica ao substituir ferramentas tradicionais e gabaritos de metal por acessórios impressos em 3D, customizados para a linha de montagem do seu Centro de Tecnologia de Produção.  A linha de montagem é dedicada especificamente à produção de impressoras de grandes formatos.

Ao produzir ferramentas duráveis em termoplástico ABS na impressora 3D Stratasys Fortus 900mc Production, a Ricoh consegue customizar cada ferramenta, reproduzindo com precisão a geometria da peça e reduzindo seu peso total. Isso permitiu à empresa acelerar o processo de fabricação no qual cada operador administra, em geral, mais de 200 peças por dia.

Isto é importante porque a Ricoh desenvolve e produz equipamentos de escritório de alta qualidade, como copiadoras, escâneres e projetores. E a natureza competitiva da indústria eletrônica a levou a buscar novas formas de acelerar o lançamento de produtos, mantendo ou reduzindo seus custos de produção.  "Como estamos produzindo um número enorme de peças, é preciso muito tempo e esforço para identificar os gabaritos e acessórios específicos para cada equipamento. Este processo manual tornou-se ainda mais longo à medida que o número de componentes cresce, exigindo que um operador examine a forma, a orientação e o ângulo de cada peça, antes de retirar uma ferramenta e colocá-la novamente em seu dispositivo original”, afirma Taizo Sakaki, gerente sênior de Desenvolvimento de Negócios do Grupo Ricoh.

Segundo ele, os operadores estavam ocasionalmente aborrecidos com as muitas ferramentas diferentes e a Ricoh procurou uma maneira de agilizar a produção de ferramentas para equiparar com a programação de linha de montagem. "Agora, com a impressão 3D da Stratasys, nós podemos customizar as ferramentas e gabaritos de acordo com as peças e produzi-las sob demanda, o que nos ajuda a reestruturar e modernizar nosso processo de produção”, explica Sakaki.

Antes da impressão 3D, a Ricoh terceirizava a produção de ferramentas de corte da máquina, o que demorava duas semanas ou mais. Agora, os operadores da Ricoh podem determinar a forma e a geometria de um acessório, que corresponde à sua parte associada, por meio do software CAD 3D e imprimir em 3D em um dia. Isso deixa os operadores com mais tempo para atender a outras estações. Além disso, novos colaboradores podem, agora, se adaptar às ferramentas e às estações de trabalho em dois dias, o que anteriormente levava pelo menos uma semana. Os gabaritos e acessórios também são muito mais leves, para que os trabalhadores possam usá-los por um longo período de tempo sem fadiga.

"A solução de impressão 3D Stratasys Fortus 900mc Production nos permite realizar projetos que são difíceis de replicar com métodos de corte convencionais, como interiores ocos, curvas ou formas complexas. Além disso, o material usado para impressão em 3D das peças é muito forte e antiestático, o que é importante devido a grande quantidade de componentes eletrônicos que estamos montando, aumentando as vantagens da solução de impressão 3D da Stratasys", reforça Sakaki. 

Um catalisador de inovação com a Manufatura Digital

A linha de montagem de impressoras de grandes formatos da Ricoh foi pioneira na adoção da manufatura digital e a empresa continua a explorar áreas nas quais a impressão 3D pode ser aplicada para acelerar os fluxos de trabalho, como moldagem e produção de baixos volumes, a fim de liberar mais recursos e ampliar o alcance para sua base diversificada de clientes.

"A Ricoh acredita nesta tecnologia e estamos muito satisfeitos em liderar a indústria na adoção de inovação em nossos negócios. Nossa linha de produção se tornou mais flexível e está organizada de forma mais eficiente, além de nossos operadores estarem todos felizes com isso", diz Masami Hirama, diretor do Centro de Inovação de Produção da Ricoh.