Artigo sobre Impressão 3D: Trocar o material ou não - eis a questão

 

    Por Wilson Amaral
    Engenheiro de Aplicações Stratasys

 

Uma das características que sempre chama a atenção do usuário para uma impressora 3D é a sua capacidade de fabricar modelos e protótipos em diferentes materiais. Quanto mais materiais, maior o espectro de aplicações que a máquina cobre.

Como usuário, já precisei trocar material das impressoras com as quais trabalhei devido a diferentes situações que nos chegavam no dia-a-dia. O processo envolve, além da troca de material propriamente dita, ajustar e calibrar os equipamentos para os novos parâmetros de impressão. Embora sejam poucas e simples etapas, ser experiente na troca de materiais conta para que todo o processo sejam realizado em pouco tempo.

Mas, eis que estamos já há alguns dias com a F370 no escritório. E nesse meio tempo já foram feitas peças em mais de um material. Muito interessante notar como a Stratasys se esforçou para tornar essa nova geração de máquinas totalmente amigável para seus usuários. No nosso último trabalho, precisávamos fazer uma peça em PC-ABS e a máquina estava carregada com ASA. O que fizemos? Tiramos o cartucho da caixa e o colocamos na máquina. Simples assim? Quase. A sequência completa é descarregar o atual e carregar o novo...e isso nos tomou 5 minutos!! Dê uma olhada.